Sintonia

Craque vai fazer curso de radialista

No final do mês de fevereiro a RBS TV trouxe à tona o nome do ex-jogador do internacional, Elias Figueroa, como sendo o mais novo reforço de sua equipe esportiva. A informação circulou no site Coletivanet, e o craque foi apresentado como portador do registro profissional de jornalista, obtido no Chile, seu país de origem. Assim que esta notícia foi divulgada, a direção mostrou sua preocupação com a ilegalidade da contratação.

O mesmo site que anunciou a contratação do craque expôs a defesa da empresa através das palavras do senhor Raul Costa Junior, que dizia estar tranqüilo com relação a eventuais ações que o Sindicato pudesse efetuar na Delegacia Regional do Trabalho ou no Ministério Público.

O senhor Raul Costa Jr. mostrou em suas declarações um total desconhecimento da Lei 6.615, que rege o exercício profissional dos Radialistas. Na oportunidade chegamos a sugerir inclusive, que ele acessasse nosso site e procurasse se informar melhor lendo o MANUAL DOS RADIALISTAS, que contém a Lei em sua integralidade.

No Quadro Anexo ao Decreto nº 84.134 de 30 de outubro de 1979, do referido manual, há uma minuciosa DESCRIÇÃO DE FUNÇÕES e, que caracterizavam a atuação do senhor Figueroa na RBS TV, como caso característico de Locutor/ Comentarista Esportivo. Diante disso, o Sindicato dos Radialistas teve todo o amparo da lei para pedir fiscalização pelo exercício ilegal da profissão de Radialista.

Passou-se um tempo e em março, a RBS foi notificada da ação do Sindicato junto a Delegacia Regional do Trabalho sobre o caso. A empresa providenciou de imediato a matrícula do ex-jogador, para a realização de um Curso de Radialista. Inclusive, o advogado de Relações Trabalhistas da RBS, senhor Ary dos Santos, anexou na defesa da empresa junto a DRT, o comprovante de matrícula do ex-jogador. Agora, definitivamente, o mais recente membro da família RBS e apoiador do ditador Pinochet, é também aluno de um Curso de radialista, reconhecido por nossa entidade.